Esqueça como incomodar o vizinho de cima e traga harmonia para sua vida

Lidar com outras pessoas nunca é algo fácil. Cada um tem o seu jeito, sua crença e seus costumes. Por isso, viver em comunidade acaba sendo uma luta diária. Ainda mais quando estamos bem pertinho como acontece em condomínios, não é? E infelizmente, às vezes a emoção fala mais alto e tudo o que queremos é retribuir na mesma moeda. Por isso procuramos como incomodar o vizinho de cima. Porém essa atitude precipitada pode trazer muita negatividade para nossa vida.

Como incomodar o vizinho de cima fará mal a sua vida

Todos que moraram em prédio já passaram por situações complicadas. Por exemplo, eu aposto que já aconteceu de você desejar que esse morador simplesmente sumisse para parar de te perturbar, não é? Não se preocupe com isso por desejar isso, é natural. Todos nós devíamos ter liberdade de estarmos em nosso lar e relaxarmos, independente do modo como gostamos de fazer isso.

Porém tem gente que gosta de acabar com a felicidade alheia e isso nos deixa revoltado. Por isso quando perdemos a cabeça a situação acaba em desentendimentos e brigas. Só que isso não ajuda ninguém, pois só piora. A vizinha que só reclamava passa a ser mil vezes mais implicante reclamando até do cheiro do perfume que entrou no elevador, e a que não aguenta mais reclamação passou a pirraçar para que a outra enlouquece. E isso só acaba com a harmonia do local. E é por isso que se precisa parar de tentar saber como incomodar o vizinho de cima, afinal, ninguém sairá bem dessa situação.

Como evitar situações iguais a essa

Manter a harmonia quando se vive em condomínios pode ser uma tarefa complicada. Para isso, o bom senso é sempre primordial e deve predominar durante os encontros com vizinhos ou nos momentos em que você está sozinho em casa. Aqui você vê como incomodar o vizinho de cima pode ser prejudicial à sua vida e ao ambiente em que você vive.

Saber como incomodar o vizinho de cima pode ser a porta de entrada para a negatividade no prédio, em sua casa e, até mesmo, em sua vida de um modo geral. Uma vez que, em lugares onde os vizinhos não se dão bem, o ambiente começa a se tornar pesado. Porém, existem algumas maneiras de se conviver bem com os vizinhos e manter a paz do ambiente.

Evitar constrangimentos é essencial para que se mantenha a harmonia no lugar em que você vive. Logo depois de sair da sua casa, o ambiente comum é o primeiro a ser encontrado e, no caso de este ambiente não emanar boa energia, isso pode prejudicar todo o seu dia.

A boa convivência com seu vizinho vai desde utilizar sapatos que não façam barulho – nada de sapatos de salto dentro do apartamento – até cumprimentar gentilmente cada um deles todas as manhãs ao sair de casa. Afinal, é muito melhor viver em um ambiente onde você se dá bem com as pessoas que dividem espaço com você, mesmo que não os veja todos os dias.

Evitar perturbar os vizinhos te ajudará muito

Algumas medidas podem ser consideradas apenas como . Não escutar música com o volume alto após as 22h, por exemplo, respeitar as áreas comuns, cumprimetar as pessoas no elevador e levar em consideração que, mesmo que você esteja atravessando um momento difícil, as pessoas que cruzam o seu caminho dificilmente serão culpadas por isso. E não ajudaria em nada transferir esse peso a elas.

Não é preciso deixar de ter a companhia de familiares e amigos em casa para não disturbar. Basta somente levar em conta que outras pessoas também estão vivendo os seus próprios momentos por perto e, infelizmente, as paredes são finas e os vizinhos podem não querer participar (mesmo que involuntariamente) das suas confraternizações.

Uma alternativa para manter a ordem é alertar os seus convidados sobre as regras condominiais e reduzir o volume das conversas e da música em geral após as 22h. E não ficar procurando como incomodar o vizinho de cima, viu?

Lembre-se que além de ser desconfortável levar uma advertência, isso pode gerar atritos desnecessários e, possivelmente, difíceis de remediar. E, para que remediar quando se pode evitar um constrangimento deste tipo, não é mesmo?

Cuidados que fazem a diferença

Calçar saltos (ou sapatos de sola rumorosa) dentro de casa não faz sentido e nem é muito confortável, não é mesmo? Que tal deixar para fazê-lo pouco antes de sair? Assim, você estará mais tempo confortável, sua casa mais limpa e seu vizinho mais tranquilo.

Este tipo de cuidado pode fazer toda a diferença na convivência entre vizinhos. Além disso, evite arrastar móveis e usar o aspirador de pó (principalmente em horários em que as pessoas podem estar dormindo).

Saber como incomodar o vizinho de cima não será necessário se você seguir as regras da boa vizinhança. Pois todos estarão felizes e quando tiver problemas, irão atrás de uma resolução calma, tranquila e sem intrigas.

Seja cordial com os vizinhos de coração aberto

Ser educado, prestativo e atencioso pode ser uma ótima maneira de evitar conflitos com seu vizinho de cima. Às vezes apenas um sorriso ou um “bom dia” pode melhorar o dia de alguém (inclusive o seu!). Um “você precisa de ajuda?” pode ser mais recompensador para quem propõe a ajuda do que para quem recebe a gentileza, sabia?

Também faz parte da boa educação não interferir no direito de ir e vir de outras pessoas, não causando intrigas e difamações. Fofocas sobre o comportamento do vizinho não acrescentam em nada na vida de ninguém e perder tempo com isso não faz o menor sentido, não é mesmo? Cada um tem o direito de viver a própria vida do jeito que lhe parecer melhor naquele momento e lembre-se: cada um tem a sua trajetória, suas convicções e suas verdades. E julgar o outro baseando-se em suas próprias experiências não seria justo.

Ajudá-lo, quando for necessário, também pode ser muito gentil e pode contribuir para criar uma ligação positiva entre vocês. Assim, você causará uma boa impressão e a convivência poderá ser mais harmoniosa.

Como resolver essa situação sem apelar para como incomodar o vizinho de cima

Um relacionamento ruim com seu vizinho pode atrair energias negativas para o espaço em em que vive. E como você pode evitar que isso aconteça? Simples, ser cordial e respeitar o espaço do outro morador. Assim, não terá problema e nem irá entrar em desespero para saber como incomodar o vizinho de cima.

É difícil ter toda essa classe, não é? Às vezes esse vizinho é realmente um chato! Mas toda vez que tiver vontade de brigar, lembre-se que um problema com esse outro morador pode afetar sua paz a ponto de tirar o seu sono. Por isso, é importante saber também como consertar isso, caso o clima ruim já tenha sido instalado.

Manter a sua casa sempre aberta para que as energias circulem é uma boa alternativa. Nada de manter tudo guardado para si mesmo. Deixe sua casa arejada, clara e livre de obstruções. Para isso, tudo é válido, desde que você consiga fazer a energia negativa sair. Siga até algumas dicas de Feng Shui se isso te fará melhor!

Quando perceber que o seu relacionamento com seu vizinho está ruim e te trazendo maus sentimentos, trate de pôr isso a limpo. Quando você está cercado por energias que não são positivas, é muito mais fácil ficar vulnerável e ter problemas no seu dia a dia, já que isso pode desencadear doenças, atrapalhar a sua concentração e te deixar sem vontade de voltar para seu próprio lar.

Tente se manter longe de atritos mas, se acontecer de se meter em brigas com vizinhos, a melhor maneira é conversar para buscar a paz. Lembre-se que bom senso e uma boa conversa são sempre as melhores escolhas.

Agora que você já sabe como incomodar o vizinho de cima pode trazer negatividade, confira também:

Especialistas online

Mago lucas

Mago lucas

Magia,tarot,mediunidade

100% Avaliações positivas

76 Consultas

Surya do oriente

Surya do oriente

Baralho cigano,tarot,mediunidade

79% Avaliações positivas

35 Consultas

Luan tarólogo

Luan tarólogo

Baralho cigano,tarot,mediunidade

77% Avaliações positivas

49 Consultas

Cigana lilia saigg

Cigana lilia saigg

Baralho cigano,mediunidade

100% Avaliações positivas

189 Consultas

Ofertas para você

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *