Descubra a eficácia da pílula do dia seguinte

Você sabia que a maioria das mulheres já utilizou ou conhece quem tenha utilizado a pílula do dia seguinte? Qualificada como um método contraceptivo de emergência (contraceptivo pós-coito), esta pode ser muito útil para impedir uma gravidez indesejada. que tal conhecer mais sobre a eficácia da pílula do dia seguinte?

O que é um contraceptivo de emergência?

Mais conhecida como a pílula do dia seguinte, a contracepção de emergência, como o próprio nome diz, é um medicamento oral que deve ser utilizado em casos de emergência. Assim, este deve ser ingerido após uma relação sexual, para evitar uma futura gravidez, apenas quando houver falha ou esquecimento dos métodos contraceptivos usuais.

A pílula do dia seguinte é feita a base de hormônios concentrados e apresenta o Levonorgestrel, progesterona sintética, como princípio ativo. Ao contrário dos contraceptivos habituais, como as pílulas anticoncepcionais, a camisinha e o dispositivo intrauterino (DIU) que são utilizados antes ou durante a relação sexual, a pílula do dia seguinte é utilizada após a relação. Seu objetivo é inibir uma gravidez quando não foram tomadas as devidas precauções.

Quando comparada as pílulas anticoncepcionais tradicionais a pílula do dia seguinte possui uma quantidade de hormônios bem maior, chegando a representar a metade de uma cartela de comprimidos anticoncepcionais diários. Assim é fundamental conhecer a eficácia da pílula do dia seguinte para saber se é válida sua ingestão.

Quando devo usar a pílula do dia seguinte?

Antes de avaliar a eficácia da pílula do dia seguinte é importante saber quando esta deve ser utilizada, pois como vimos seu uso não deve ser habitual, mas apenas em casos de emergência como os descritos abaixo:

  • Relação sexual sem uso de preservativo;
  • Ruptura ou escorregamento do preservativo;
  • Uso incorreto ou esquecimento da pílula anticoncepcional;
  • Deslocamento do diafragma;
  • Problemas com o dispositivo intrauterino; e em
  • Casos de violência sexual.

Se você se enquadra em um desses casos, e não deseja engravidar no momento, o uso do contraceptivo de emergência pode ser uma boa dica. Mas não se esqueça de que o uso constante pode diminuir a eficácia da pílula do dia seguinte, além de gerar sérios .

Eficácia da Pílula do dia seguinte – Entenda como funciona

O contraceptivo de emergência reduz drasticamente as possibilidades de ocorrência de uma gravidez, porém este deve ser ingerido o quanto antes! Afinal, a eficácia da pílula do dia seguinte decai com o passar das horas. Nesse contexto, percebemos que para ela funcionar é diretamente influenciada pelo tempo entre a relação sexual e sua ingestão.

Inclusive esta deve ser ingerida em até 72 horas após a relação, pois a partir de então a eficácia da pílula do dia seguinte é desconhecida.

Vejamos abaixo a relação entre o tempo e a eficácia da pílula do dia seguinte:

  • Até 24 horas após a relação sexual: 95 % de eficácia;
  • De 24 a 48 horas após a relação sexual: 85 % de eficácia;
  • De 48 a 72 horas após a relação sexual: 58 % de eficácia;
  • Após 72 horas da relação sexual: Eficácia desconhecida.

Esses dados deixam claro que a pílula do dia seguinte deve ser usada o mais rápido possível após o coito. Sendo assim, tente ingeri-la nas primeiras 24 horas, pois a probabilidade de engravidar nesse caso será bem menor.

Vale ressaltar que os contraceptivos de emergência costumam ser ineficientes para mulheres que pesam mais de 80 kg e que seu uso não deve ser feito mais de uma vez por ano por nenhuma mulher.

É possível engravidar após usar a pílula do dia seguinte?

Como vimos, a eficácia da pílula do dia seguinte não corresponde a 100%, porém quando ela é tomada dentro do prazo e de forma correta pouca é a chance de gravidez. Entretanto, é possível que a mulher engravide sobretudo se:

  • Ocorrer diarreia ou vômito após ingestão da pílula;
  • A mulher estiver fazendo uso de antibióticos ou medicamentos similares;
  • Se o uso da pílula do dia seguinte for habitual; e
  • Se a ingestão da pílula ocorrer após 72 horas.

É importante frisar que em ambos os casos é bom consultar um médico ginecologista, pois apenas este especialista será capaz de lhe orientar quanto à forma mais adequada de agir.

Além disso, é bom lembrar que a pílula do dia seguinte é um método de controle de natalidade que não deve ser usado frequentemente, substituindo os meios tradicionais de contracepção. Pois o uso contínuo desse medicamento pode ser prejudicial à saúde da mulher devido à sua grande quantidade de hormônios.

Apesar da eficácia da pílula do dia seguinte é importante buscar conhecer os outros meios de proteção, como a camisinha, o DIU, o diafragma e as pílulas anticoncepcionais. São métodos menos invasivos, que previnem não apenas a gravidez, como também uma série de complicações relativas ao sexo, como as doenças sexualmente transmissíveis (no caso da camisinha).

Agora que você já conhece a eficácia da Pílula do dia seguinte, veja também:

Especialistas online

Angeline ✨

Angeline ✨

Tarot,mediunidade,amor

100% Avaliações positivas

59 Consultas

Luan tarólogo

Luan tarólogo

Baralho cigano,tarot,mediunidade

90% Avaliações positivas

101 Consultas

Cigana lilia saigg

Cigana lilia saigg

Baralho cigano,mediunidade,terapeuta reikiana

100% Avaliações positivas

443 Consultas

Electra electra

Electra electra

Cartomancia,tarot,mediunidade

100% Avaliações positivas

307 Consultas

Ofertas para você

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *