Oxalá – Características do Orixá ligado ao fim dos seres

Oxalá é o Orixá presente nos momentos em que a calma e a paz foram estabelecidas. É ele quem rege a paz no ambiente, o silêncio e a tranquilidade. Dessa forma, proporciona a harmonia entre os homens levando a compreensão e o sossego. Essa virtude não se dá apenas entre homens, mas também com as forças da natureza.

Enquanto Exú representa o começo de tudo, Oxalá é aquele que representa o fim. É o Orixá ligado ao princípio da morte e ao equilíbrio do Universo. É também o “Pai dos Orixás”, já que é ele quem define o fim de todos os seres.

Entenda mais sobre Oxalá – O Orixá do equilíbrio

Nos cultos de Umbanda, a cor de Oxalá é o branco e representa o luto, já que o fim da estrada de um homem é determinado por ele. O Orixá reconhece o fim da vida como um momento de partir em paz, um momento onde todos os deveres já foram cumpridos.

Apesar de a cultura ocidental cristã entender a morte como uma situação negativa, a religião afro-brasileira entende a morte como mais uma questão natural da trajetória dos seres. A morte é a consequência da própria vida, já que há sempre um início, um meio e um fim.

Além disso, acredita-se que existam duas versões de Oxalá. Ou seja, o Orixá apresenta-se de diferentes maneiras. Quando mais novo, é chamado de Oxaguiã e identificado pelo jogo de búzios pelo “odu ejionile”. Já quando velho, recebe o nome de Oxalufã.

Conheça a história de Oxalá

De acordo com a , Oxalá era marido de Nanã, Orixá responsável pelo Portal da vida e da morte. Portal esse que apenas seres femininos tinham acesso. Aqueles do sexo masculino eram proibidos de acessar. Durante muito tempo as coisas seguiram dessa forma.

No entanto, Oxalá não aceitava manter-se longe do Portal, afinal, era marido da Nanã. De tanto pensar, encontrou uma forma de acessar o lugar sem que ela descobrisse. Então, vestiu-se de mulher e se aproximou do Portal.

Porém, no momento em que estava do outro lado da dimensão, Nanã o pegou e disse “Já que se vestiu de mulher para desvendar um segredo importante, vou compartilhá-lo contigo. Será o princípio do fim, aquele que tocará o cajado três vezes ao solo para determinar o fim de um ser. Além disso, jamais conseguirás se desfazer das vestimentas femininas e, daqui para frente, terá todas as oferendas fêmeas”.

Dessa forma, ele se tornou o fim. Mas não um fim trágico. É o Orixá do fim pacífico, do fim de tudo que existe no mundo.

Quem são os filhos de Oxalá

Assim como o Orixá divide-se em duas personalidades, seus filhos também têm diferentes características:

  • Filhos de Oxalufã – Do mesmo modo que o pai, também tem aparência de pessoas mais velhas. Sábios, o rancor não faz parte de suas vidas. Eles têm consciência que os sentimentos ruins causam mal apenas a si mesmo. São pessoas calmas, amáveis e tranquilas. Mas não se engane ao tentar tirar vantagem disso, um filho de Oxalufã não será passado pra trás. Bastante equilibrados e assertivos, tem a teimosia como principal defeito.
  • Filhos de Oxaguian – São pessoas com características bastante contraditórias. Ao mesmo tempo em que podem ser comunicativos e briguentos, também pode ser bastante calmos e ligados à família. Essa dualidade pode ser observada na representação de seu pai Orixá, que em uma mão carrega a espada e em outra o pilão. Outro ponto forte é a liderança. Os filhos de Oxaguian são guerreiros, intuitivos e defendem os injustiçados.

O sincretismo de Oxalá com Jesus Cristo

No sincretismo, o correspondente ao Orixá é Jesus Cristo, uma vez que Oxalá também é o filho do Deus maior. Jesus é reconhecido por amar a todos como se fossem seus próprios filhos, sempre com paciência e cautela, sempre os orienta para que sejam guiados à melhor trajetória. Ou seja, é uma figura que se mostra essencial para a história do cristianismo. Do mesmo modo, Oxalá representa uma importante etapa da vida tanto na Umbanda quanto no Candomblé.

Informações importantes de Oxalá

O branco é a cor desse Orixá, representando equilíbrio, paz de espírito, amor, bondade e pureza. A cor de Oxaguian é branco mesclado com turquesa e a Oxalufã é apenas branco, mas em tom leitoso. A saudação para Oxalá é “Èpa Bàbá!” e o dia da semana dedicado a ele é a sexta-feira.

Agora que você já sabe tudo sobre Oxalá, o Orixá ligado ao fim dos seres, confira também:

Especialistas online

Tara gi

Tara gi

Baralho cigano,terapia holística,dança essencial

0% Avaliações positivas

7 Consultas

Cigana sarita

Cigana sarita

Tarot,baralho cigano

100% Avaliações positivas

307 Consultas

Morgana  tarologa

Morgana tarologa

Tarot,simpatias,mediunidade

91% Avaliações positivas

214 Consultas

Lizzie tarologa

Lizzie tarologa

Mediunidade,cartomante,tarot

95% Avaliações positivas

445 Consultas

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *