Numerologia astral e suas origens – Entenda os fundamentos dessa pseudociência

Você certamente já ouviu falar sobre numerologia. Mas, já parou para pensar de onde ela vem e como ela funciona? A humanidade usa a numerologia astral desde a antiguidade como método para previsões, buscando sempre descobrir o significado do valor simbólico dos números.

Os povos antigos, cada um à sua maneira, desenvolveram um sistema de numerologia astral que lhes permitia relacionar significados a nomes, fazer a avaliação dos resultados e previsões para o futuro da vida pessoal. O interessante é que todos os povos eram ligados em números, como os gregos, os egípcios, os chineses e os romanos.

Hoje, temos como base para a numerologia astral os algarismos arábicos, que se tornaram universais. Quando ainda não existiam, mesmo assim os povos encontram meios para usar os números. Dando um valor a cada letra, como ocorreu com a Cabala entre os hebreus, que criaram um dos principais Grandes Mistérios.

Numerologia astral, uma origem perdida na história

A verdadeira origem da numerologia astral, no entanto, não está no povo hebreu, mas sim perdida na história. Suas raízes podem ser encontradas desde a Babilônia, 5 mil anos antes de Cristo, ou no Egito, cerca de 3 mil anos antes de Cristo.

A ciência da numerologia astral era tema de estudos místicos nos templos egípcios e no Oriente Médio. Servindo como uma base, inclusive, para fraternidades secretas que lá tiveram origem, como os Rosacruzes e os Maçons originais.

Foram os gregos, no entanto, que trouxeram a numerologia astral para o Ocidente, levando o conhecimento para os romanos. Os gregos consideravam que os números eram eternos e universais, acreditando serem os elementos que nos fazem entender os propósitos de nossa existência.

Segundo a tradição recebida pelos gregos dos povos orientais, os números são o único elemento universal que não muda. Assim, os números são capazes de influenciar e guiar nossas vidas, influenciando sobre nosso caráter, nossa personalidade e nosso destino.

A numerologia astral e o Zoar

O Zoar é uma coleção de textos sagrados dos hebreus onde está definido que o Universo foi criado por três meios de expressão: os números, as letras e as palavras.

Pitágoras, filósofo grego que estudou profundamente o Zoar, dizia que os números eram a essência de todas as coisas. De acordo com o Zoar, tudo no Universo funciona de acordo com ciclos progressivos que podem ser previstos.

Para entendermos e assimilarmos a progressão dos ciclos de vida de uma pessoa, devemos usar os números de 1 a 9. Esses números foram designados por Pitágoras, que definiu o simbolismo através de seus significados, o que o levou a ser considerado o “pai da numerologia astral”.

De acordo com os ensinamentos de Pitágoras, os números possuem uma virtude que os torna capazes de serem os vínculos de união entre o céu e a terra, o espírito e a matéria.

Os números emitem energias cósmicas, físicas e telúricas, além da energia vibratória sonora, expelindo um mantra ao pronunciar qualquer valor. Cada número também tem a capacidade de atuar nos chakras, provocando energias positivas ou negativas.

Através da numerologia astral temos a importância de cada palavra, uma vez que cada número representa uma letra e cada letra da tabela numerológica corresponde a um número, recebendo sua vibração e atraindo suas energias.

A numerologia astral e suas combinações

Quando combinados, os números expressam sua relação harmônica com os fenômenos naturais, como, entre outros, o ciclo das estações, o movimento dos astros, as proporções geométricas e até mesmo a harmonia musical.

Para Pitágoras, tudo no Universo se arranja de acordo com os números e, sem o entendimento dos seus significados, deixamos de perceber as conexões em nossas vidas. Se soubermos conhecer os significados numéricos, podemos mudar nosso destino.

Proveniente da Cabala, a numerologia astral foi desenvolvida baseada nos princípios universais, onde a evolução é a lei da vida, enquanto o número é a lei do Universo e a unidade é a lei de Deus.

A numerologia astral encara os números como diferentes dos algarismos ou dos números naturais, considerando que os números representam qualidades, enquanto que os algarismos representam quantidades. Enquanto os números atuam no plano espiritual, os algarismos atendem o plano material.

Os números, portanto, são os únicos elementos que nos podem dizer como agir em nossa vida, controlando nosso destino. Eles são eternos e universais, e, como dizia Platão, um dos principais seguidores dos ensinamentos de Pitágoras, os números governam o mundo.

Agora que você entendeu melhor o que é numerologia astral, veja também:

Especialistas online

Luan tarólogo

Luan tarólogo

Baralho cigano,tarot,mediunidade

84% Avaliações positivas

65 Consultas

Sacerdote juarez

Sacerdote juarez

Astrologia,tarot,mediunidade

100% Avaliações positivas

117 Consultas

Dandara orianthi

Dandara orianthi

Tarot advinatório,mediunidade,tarot

97% Avaliações positivas

507 Consultas

Lara caliope

Lara caliope

Terapeuta holistica,mediunidade,tarot

85% Avaliações positivas

126 Consultas

Ofertas para você

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *