Conheça a história de São Jorge, o guerreiro que virou santo

Ele é um dos santos mais venerados por pessoas do mundo inteiro. Ingleses, espanhois, búlgaros, russos e claro, os brasileiros carregam imagens, fazem orações e celebram seu dia especial. Mas você sabe quem foi o santo? Ententa a história de São Jorge, o guerreiro.

Não existem muitos documentos confiáveis que contam a trajetória, então, o que sabemos é muito vago:

A história de São Jorge – o guerreiro

Jorge nasceu na Palestina. Seu pai era militar e morreu quando ele era criança. Já na adolescência seguiu a carreira do pai e se tornou um dos melhores soldados da corte.

No ano de 302, o imperador ordenou que todos os soldados cristãos fossem presos e que os outros oferecessem sacrifícios para os deuses romanos. Jorge protestou, alegando na frente de todos que era cristão. Para não perder uma peça tão valiosa em seu exército, o imperador tentou convencê-lo a se converter, oferecendo terras, ouro e dinheiro. Como o soldado não mostrou interesse, o imperador tentou uma abordagem diferente, torturando-o de diversas  maneiras. Milagrosamente, Jorge saiu ileso das torturas e então foi decapitado.

No começo, Jorge passou a ser venerado como um mártir, mas na época das Cruzadas teve sua imagem melhorada e associada ao dragão, que representava o mal e o demônio.

A Lenda de São Jorge, o guerreiro

Quando pensamos no grende batalhador, logo nos vem à mente um soldado montado em um cavalo branco, com uma cruz vermelha em um fundo branco, enfrentando um dragão com sua espada. Vamos entender a história de São Jorge, o guerreiro.

Diz a lenda que Jorge passava por um vilarejo na África, que estava dominado por um terrível dragão. Ele cobrava dois carneiros por dia para não destruir o povoado e depois, passou a exigir uma vítima humana.

Um dia, a sorte definiu que a filha do rei deveria ser oferecida ao monstro e, quando ela já estava chegando ao encontro do dragão, Jorge chegou, feriu e amarrou a boca do monstro com o cinto da princesa. Os dois foram levados ao centro da vila e todos os moradores se converteram ao cristianismo em agradecimento.

Em 1969 a Igreja Católica tentou tirar São Jorge da lista de santos, mas houve muita revolta e o Papa Paulo VI permitiu que ele continuasse sendo celebrado pelos fiéis.

Além de ser o padroeiro de diversos países e cidades como Inglaterra, Catalunha e Rio de Janeiro, São Jorge, o guerreiro, também é o santo de um dos times de futebol mais populares do Brasil, o Corinthians.

Saiba mais:

 

Especialistas online

Cabalista jocans

Cabalista jocans

Números grabovoi,tarot do anjos,numerologia cabalistica

100% Avaliações positivas

240 Consultas

Taróloga  soniah

Taróloga soniah

Tarot cigano,marselha,tarot

76% Avaliações positivas

87 Consultas

Surya do oriente

Surya do oriente

Baralho cigano,tarot,mediunidade

88% Avaliações positivas

102 Consultas

Luan tarólogo

Luan tarólogo

Baralho cigano,tarot,mediunidade

90% Avaliações positivas

109 Consultas

Ofertas para você

Comentários

  • Bom dia eu sou muito nervosa toda vez que uma pessoa da minha família morre, eu sofro muito fico com um choro, muito choro sempre tive muito medo e agora quando esta para acontecer algo fico muito estranha parece que esta me avisando sinto muito mal, dor de cabeça não consigo dormi sinto algo, minha avo falava que eu era media ela era parteira tenho 48 anos nasci no dia 7/10/1967

  • São Jorge apesar de muito querido pelos cariocas nunca foi nosso padroeiro e sim São Sebastião!! Vamos pesquisar melhor!

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *