Comer carne na Sexta-feira Santa? Descubra por que não fazer!

Muitos religiosos ao redor do mundo não comem carne na Sexta-feira Santa. Esse é um costume muito comum no Brasil, em especial entre os praticantes da Igreja Católica, uma das que agregam o maior número de fiéis. Mas por que não comer carne na Sexta-feira Santa? Talvez você nunca tenha parado para pensar na real motivação por trás desse costume.

Entendendo através da religião – Por que não comer carne na Sexta-feira Santa

Na Igreja Católica, os fiéis são aconselhados a se privar da carne na Sexta-feira Santa, como uma forma de valorizar o sacrifício feito por Jesus Cristo. Filho de Deus, ele teria dado a sua vida em troca da vida da humanidade, salvando-a de seus pecados. No entanto, esse não é o único argumento que traz a resposta para a questão de “por que não comer carne na Sexta-feira Santa”.

Um dos princípios que gerem a vida dos cristãos é de que, para alcançar a graça do paraíso, todos devem fazer concessões na Terra. Isso significa abandonar o luxo, os benefícios e privilégios, assim como os prazeres mundanos. Comer carne é considerado como um prazer, devendo ser objeto de privação nos dias santos. Por isso os católicos sempre foram proibidos de comer carne na Semana Santa.

A tese é de que, ao renunciar a um prazer do corpo, o cristão está se aproximando de conhecer a verdade de Deus e de ser privilegiado pela vida eterna no paraíso. Antigamente, as regras referentes à abstenção a carne eram bem rígidas. Um dos textos mais fortes da Igreja Católica, o Código de Direito Canônico, impunha a abstenção durante todas as sextas do ano.

Atualmente, para adaptar os textos antigos à sociedade moderna, essa limitação foi reduzida. Prevalece o entendimento de que a carne deve ser deixada de lado apenas na Sexta-feira Santa. Alguns católicos evitam o consumo deste alimento em várias outras datas religiosas, como forma de respeito. Isso explica por que não comê-la neste dia específico.

Importante mencionar que crianças, idosos e pessoas enfermas sempre foram isentas da obrigação de deixar de comer carne. Elas não teriam que suportar esse grande sacrifício, por não terem idade suficiente ou por já sofrerem o bastante.

Por que não comer carne na Sexta-feira Santa?

O que antes era praticamente uma imposição da Igreja, nos dias atuais passou a ser uma recomendação. Isso significa que os católicos são recomendados a não comer carne na Sexta-feira Santa, mas que comer não implica em um pecado grave. Entretanto, muitas pessoas não compreendem bem por que não comer carne na Sexta-feira Santa. Isso porque existem outros prazeres mundanos, talvez até mais fortes ou graves.

Pensando nisso, agora é possível substituir a abstenção da carne pela abstenção de qualquer outra coisa. Até mesmo ficar sem usar a internet pode ser considerado uma forma válida de demonstrar respeito a Jesus Cristo no mundo moderno. O mais importante é que a pessoa deixe de fazer algo que ela gosta muito de fazer, como forma de sacrifício.

O objetivo máximo da abstenção é mostrar a Deus a gratidão do homem pela salvação. Isso demonstra e renova os valores da comunidade católica, ansiosos pelo retorno do salvador Jesus Cristo e pela vida eterna no paraíso, ao lado da divindade.

O jejum também deve estar presente na Sexta-feira Santa. Na Igreja é ensinado que essas práticas são condutas morais que ajudam o homem a se manter em equilíbrio, sem excessos. O homem precisa mostrar que é mais forte do que os seus prazeres mundanos, resistindo à tentação.

Substituindo a abstenção da carne por outro sacrifício

De acordo com os mais altos membros da Igreja Católica, como os bispos, o sacrifício de deixar de comer carne pode muito bem ser substituído por atos de caridade. O objetivo da abstenção é mostrar o valor do homem, seu amor pelo seu semelhante e irmãos. Assim como Jesus, que morreu pelos seus iguais, os homens também precisam fazer sacrifícios.

Percebe-se grande flexibilização dessa renúncia, que agora fica a critério de cada pessoa. A possibilidade de continuar a comer carne, mas fazer outros sacrifícios, também foi uma grande alteração na doutrina católica. Agora você já sabe por que não comer carne na Sexta-feira Santa, os argumentos envolvidos no assunto e como essa questão foi abordada pela Igreja ao longo do tempo, veja também:

Especialistas online

Surya do oriente

Surya do oriente

Baralho cigano,tarot,mediunidade

88% Avaliações positivas

100 Consultas

Electra electra

Electra electra

Cartomancia,tarot,mediunidade

100% Avaliações positivas

309 Consultas

Alexandrita oraculista

Alexandrita oraculista

Magias com cristais,tarot,mediunidade

99% Avaliações positivas

1340 Consultas

Cigana madalena

Cigana madalena

Baralho cigano,tarot,mediunidade

94% Avaliações positivas

524 Consultas

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *