As curiosidades da história e do dia de Nanã Buruque

O dia de Nanã Buruque é comemorado em 26 de julho pela Umbanda. No mesmo dia comemora-se, na Igreja Católica, o dia de Santa Ana, padroeira dos avós. Não se trata de uma mera coincidência. As duas personalidades estão intimamente ligadas, apesar de terem sentido e significados distintos dentro de cada uma dessas religiões. Por isso, conheça agora a história de Nanã Buruque.

O dia de Nanã Buruque e o sincretismo com a Santa Ana

O sincretismo é considerado a fusão de elementos religiosos, para a formação de novas ideias. Muitas vezes, as religiões compartilham de santos e entidades iguais, mas com roupagens diferentes. No fundo, todos possuem algo em comum, que os aproxima. O dia de Nanã Buruque é importante para a Umbanda, sendo também importante na Igreja Católica, apesar de ter outro sentido.

Na religião católica, Santa Ana é considerada a mãe de Maria e avó de Jesus Cristo. Por isso, muitos dizem que ela é a padroeira dos avós. Sem ela, o nascimento de Jesus não seria possível. Detalhe importante é que não era fértil. Foi graças ao milagre divino que ela e seu marido conseguiram gerar uma criança. A história de Nanã Buruque também é repleta de surpresas.

O que nos interessa para o momento é o dia de Nanã Buruque. Depois de feito o sincretismo, essa figura ganhou contornos próprios dentro da Umbanda. É considerada a mais velha de todos os Orixás das águas. Ela domina uma parte específica desse elemento: o ponto de encontro entre a água e a terra.

Surgimento do dia de Nanã Buruque

Além de ser um Orixá da água, Nanã Buruque consegue controlar e gerar o barro, fonte de criação do homem. Em várias culturas e religiões, até mesmo na católica, o homem teria surgido a partir do barro. A história de Nanã Buruque está relacionada ao nascimento do homem.

Na tentativa de vida ao homem, no entanto, Oxalá tentou vários elementos, como o fogo, a água e o vinho, mas não conseguiu. Só quando Nanã Baruque apareceu é que Oxalá se tornou capaz de dar vida ao homem. É que junto com esse Orixá vejo a lama, gerando também o barro. É por isso que essa divindade está intimamente associada ao surgimento do homem.

O que pedir no dia de Nanã Buruque

O dia de Nanã Buruque é muito especial, pois serve para recordar a história e influência dessa divindade na vida das pessoas. Dentro da Umbanda, e de outras religiões de raiz africana, ela é tratada com grande respeito e admiração. Em seu dia, os pedidos devem ser direcionados para o amor maternal, o amor de mãe.

Ela é considerada a mãe de todos os homens. Ela providenciou o barro, enquanto Oxalá deu o sopro da vida. Além do amor maternal, as preces podem ser em benefício da vida, tendo em vista o poder criador dessa divindade. O barro, o seu elemento, foi e continua sendo um material de extrema importância para o homem, na confecção de vários objetos.

É importante utilizar o dia de Nanã Buruque para relembrar o seu papel de mãe. Além de ser bastante generosa, Nanã Buruque está sempre cuidado dos seus filhos, sendo símbolo da transformação e trazendo muita proteção. “Saluba Nanã” é a sua saudação!

Curiosidades sobre Nanã Buruque

Apesar do barro ser o elemento predominante quando se trata de Nanã Buruque, ela também está relacionada ao elemento água e até mesmo ao elemento pedra. Isso porque essa divindade controla o contato entre a terra e a água, formando pântanos, lama e lagos.

O dia de Nanã Buruque é bastante comemorado com grande satisfação. Muitos a chamam de “avó”, fazendo referência direta ao sincretismo com a figura de Santa Ana, avó de Jesus Cristo. Na Umbanda, Nanã Buruque é chamada de avó por outro motivo: por ser um dos orixás mais antigos, um espírito já idoso que controla o fluxo entre a vida e a morte.

Outra informação importante e que é lembrada no dia de Nanã Buruque é o seu controle sobre o portal entre mundos. Estamos no plano terrestre e quando morremos passamos para o plano espiritual. É Nanã Buruque que faz com que os espíritos adormeçam, fazendo com que percam a memória de vidas passadas, para reencarnar em outro corpo.

Como você pode perceber, a história de Nanã Buruque está fortemente ligada ao momento da criação do homem. Enquanto na igreja católica existe a figura de Santa Ana, na Umbanda existe a figura de Nanã Buruque. Um orixá de longa data, considerada uma verdadeira mãe, pela sua generosidade.

Vale a pena conhecer e entender Nanã Buruque. Uma divindade extremamente importante para o imaginário simbólico daqueles que acreditam em orixás. Ela esteve presente na criação do homem, fornecendo o barro, enquanto Oxalá providenciou o sopro da vida. É a grande mãe de todos os homens. Sem ela, a nossa existência não seria possível.

Agora que você já sabe mais sobre o dia de Nanã Buruque, confira também:

Especialistas online

Mago lucas

Mago lucas

Magia,tarot,mediunidade

100% Avaliações positivas

59 Consultas

Sarah  taróloga

Sarah taróloga

Terapeuta holística,tarot,mediunidade

100% Avaliações positivas

26 Consultas

Alexandrita oraculista

Alexandrita oraculista

Magias com cristais,tarot,mediunidade

98% Avaliações positivas

760 Consultas

Dandara orianthi

Dandara orianthi

Tarot advinatório,mediunidade,tarot

100% Avaliações positivas

404 Consultas

Ofertas para você

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *