Dia de São Roque – Saiba quem foi São Roque e sua relevância

O dia 16 de agosto é considerado o dia de São Roque. Essa é uma data dedicada ao Santo protetor contra pestes e epidemias. Ele também é conhecido por ser o padroeiro dos inválidos e cirurgiões. Com tantas doenças à nossa volta e a preocupação cada vez maior com a saúde, nada melhor que pedir proteção e intercessão desse Santo. Mas, você sabe quem foi São Roque? Venha aprender um pouco da história desse lendário nome celebrado pelos católicos!

Dia de São Roque e sua devoção

Durante a realização do , que aconteceu entre os anos de 1414 e 1418, uma praga ameaçava a população local. Esta pediu proteção a São Roque e a praga teve fim. Assim, sua canonização e culto foram aprovados quase que de imediato.

São Roque é representado em figuras ao lado de um cachorro e segurando um cajado, relembrando o período em que morou isolado com um cão protetor.

Uma cidade no interior de São Paulo carrega seu nome e possui a maior igreja dedicada ao Santo, que também é protetor dos cirurgiões e do gado, em decorrência de seus milagres. A festa em celebração ao dia de São Roque acontece no dia 16 de agosto, data em que foi canonizado.

Aprenda quem foi São Roque

As informações quanto ao dia de São Roque são desencontradas. Porém possui uma base em sua vida, que é pouco conhecida, mas dentro que se sabe, ele nasceu no ano de 1295 e morreu em 1327, segundo os principais documentos relatando sua vida.

Seu nome original é Roch, tendo sido aportuguesado para Roque. Esse, na verdade, era seu nome de família, não de batismo. Alguns registros dão conta de seu nascimento na cidade de Montpellier, na França. Outros documentos apontam que ele nasceu em uma cidade italiana da Lombardia, mas essa última informação é menos levada em conta que a anterior.

São Roque era filho de um rico mercador. Seu pai João exercia funções administrativas na cidade de Montpellier. A mãe, Libéria, formava com João um casal influente na cidade, fazendo de São Roque herdeiro de uma fortuna considerável.

A história de quem foi São Roque

A tradição conta que São Roque nasceu com um sinal em forma de cruz vermelha sobre o peito. Com isso, sua mãe entendeu que ele estava destinado à santidade. Ele ficou órfão ainda jovem e com isso morou com um tio e estudou Medicina na cidade francesa, mas não concluiu a formação.

Mesmo rico, São Roque praticava a caridade para com os mais pobres de sua cidade. Quando adulto, distribuiu seus bens aos mais pobres, deixando uma parte deles ao seu tio e partindo em uma peregrinação até a cidade de Roma.

No meio da viagem, chegou a Acquapendente, cidade italiana nas proximidades de Viterbo. Nela, boa parte da população sofria com a Peste Negra, que assolava a Europa. Ele se ofereceu como voluntário e chegou a curar alguns doentes usando um bisturi e o sinal da cruz. O mesmo procedimento aconteceu por outras cidades italianas pelas quais São Roque peregrinou, até chegar a Roma.

Na volta à Montpellier, foi contaminado pela peste ao chegar a Piacenza. Teve, então, que paralisar sua obra de curas e generosidade. Ficou isolado em uma floresta para não contaminar outras pessoas e não morreu de fome pela presença de um cão que lhe trazia comida todos os dias. A lenda diz que ele bebia água de uma fonte que nasceu milagrosamente próxima ao lugar onde ele estava.

Então, Gottardo Palastrelli, dono do cão, foi convertido por São Roque. Ele foi curado e voltou a Montpellier, onde foi preso pelo governador local sob a acusação de ser um espião. Ficou por lá até morrer e só foi reconhecido após a morte ao ter encontrada a cruz vermelha trazida sobre o peito.

A importância do dia de São Roque

Sua fama pelos milagres e a cruz vermelha no peito se espalhou, gerando fiéis do sul da França ao norte da Itália. O primeiro milagre atribuído a esse Santo foi a cura de um carcereiro coxo. Segundo a lenda, ele tocou na perna do corpo de São Roque para confirmar se ele estava morto e foi milagrosamente curado. Desde então, ele é tido como o Santo protetor contra as pestes e doenças. E isso traz uma grande importância para ele, pois no dia de São Roque acaba sendo o apelo para quem se encontra no desespero das enfermidades.

Oração para fazer no dia de São Roque

Ainda que haja diversas formas de pedir auxílio ao Santo protetor contra a peste e doenças graves, esta é a oração mais disseminada entre seus fiéis para se fazer no dia de São Roque:

“São Roque, que vos dedicastes com todo o amor aos doentes contagiados pela peste, embora também a tenhais contraído, daí-nos paciência no sofrimento e na dor. São Roque, protegei não só a mim, mas também aos meus irmãos e irmãs, livrando-nos das doenças infecciosas. Por isso, hoje, rezo especialmente por uma pessoa muito querida (dizer o nome da pessoa), para que fique livre do seu mal.

Enquanto eu estiver em condições de me dedicar aos meus irmãos, proponho-me ajuda-los em suas reais necessidades, aliviando um pouco o seu sofrimento. São Roque, abençoai os médicos, fortalecei os enfermeiros e atendentes dos hospitais e defendei a todos da doenças e do perigos.
Amém.”

Agora que você sabe a importância do dia de São Roque, confira também:

Especialistas online

Nazaré  babos

Nazaré babos

Taróloga,médium sensitiva,mediunidade

100% Avaliações positivas

134 Consultas

Taróloga  soniah

Taróloga soniah

Tarot cigano,marselha,tarot

86% Avaliações positivas

131 Consultas

Cigana inayá

Cigana inayá

Tarot,baralho cigano,mediunidade

99% Avaliações positivas

1372 Consultas

Júpiter taróloga e psicanalista

Júpiter taróloga e psicanalista

Baralho cigano,amor,tarot

99% Avaliações positivas

2399 Consultas

Ofertas para você

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *